RBBV – Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem

Saiba mais sobre a nossa rede e navegue por centenas de destinos de viagem nos nossos blogs

Arquivos Mensais:janeiro 2020

Comunicado

por Michelle Pfaff

jan
17,
2020
0

A RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem) recebeu com atenção e extenso debate interno a acusação de racismo envolvendo o processo de ingresso do blog “Guia Negro”, solicitado por Guilherme Soares Dias.

A entidade não tem fins lucrativos, não exige qualquer contribuição financeira de seus membros e tem como objetivo a troca de ideias e o apoio mútuo entre os mais de 1.350 blogueiros amadores e profissionais que formam a rede. A RBBV, desde o seu início, em 2011, busca a diversidade e a oportunidade de crescimento em conjunto como foco de sua atuação.

A inadmissão do blog “Guia Negro” teve como base critérios técnicos, objetivos e públicos –as regras estão disponíveis no site da rede (https://rbbv.com.br/pedido-para-entrar-na-rbbv/). A análise de cada blog é feita por uma equipe voluntária de 9 pessoas divididas em diferentes funções, sendo 7 delas responsáveis pela análise dos blogs solicitantes e o tempo de espera para ser avaliado é de até 4 meses. Cada comissão voluntária atua por 12 meses com o tempo que pode doar para a rede. O blog aprovado precisa ter o aval de 4 dos 7 avaliadores de conteúdo. Foram recebidos, em 2019, mais de 200 pedidos de admissão, sendo que apenas 67 foram admitidos por estarem de acordo com os critérios publicados. Todos os blogs são avaliados de forma igualitária, com base em critérios editoriais.

A equipe que avaliou o “Guia Negro” em agosto de 2019 considerou que o blog não cumpria 2 dos requisitos para o ingresso na RBBV: o site não trazia naquela ocasião conteúdo suficiente para ser considerado como um blog sobre viagens segundo critérios preestabelecidos por membros da RBBV, havia uma quantidade majoritária de perfis e entrevistas, e menos de dicas e roteiros de viagem; o site também não cumpria o critério de periodicidade, ou seja, a frequência com que foram publicados artigos considerados de viagem.

Diante da grave acusação feita pelo blogueiro, em janeiro de 2020 em seu blog e Redes Sociais, de que a reprovação tem como base critérios raciais, e não de acordo com as regras, a discussão sobre a avaliação foi levada a todos os integrantes membros da Rede.

Os participantes, em sua maioria, concordaram sobre a necessidade de melhorar os critérios e o processo de aprovação de novos integrantes. A partir deste incidente, os novos membros da Comissão de Admissão, que assumiram na virada do ano, passarão a reformular e melhorar as atuais regras de ingresso na rede. Até que as regras sejam redefinidas, a entrada de novos blogs na rede está suspensa.

É importante destacar que racismo, homofobia e transfobia são crimes no Brasil, e que há blogueiros na rede que atuam justamente no combate a preconceitos deste tipo. O ocorrido foi importante, também, para destacar a pouca presença de negros entre blogs de viagens, um reflexo de questões raciais, sociais e históricas que perduram ainda hoje. Perceber isso é um primeiro passo para reconhecer que o número de negros e LGBTQ+ dentro da RBBV é pequeno diante do total de membros. E, a partir desta conclusão, iniciamos discussões sobre o tema internamente, com a devida seriedade que a questão demanda, para trabalhar e mudar isso, tentando trazer maior representatividade.

Outro ponto importante que será revisto é a definição do que é “escrever sobre viagem”, que passa também pela abordagem de outros temas complementares, culturais e históricos que também podem estar inseridos.

Além de reformular seu processo de admissão, a Rede convida todos os blogs não admitidos em processos anteriores para um novo pedido de ingresso assim que as regras forem rediscutidas.

Ir para o topo